17 de outubro de 2017

ABUTRES DO MERCADO DILAPIDAM O PAÍS

Temer e sua palavra não vale mais um centavo para milhões de brasileiros, como revelam as pesquisas. Mas vale bilhões de reais para grupos econômicos, estrangeiros e nacionais, tão corruptos quanto ele e sua gang. Ditos de mercado, representam a outra moeda da corrupção (invisível) e devido ao seu poder econômico são inatingíveis por voto, leis, Constituição. Avançam como abutres sobre o Estado e o patrimônio do povo. Com isso, está dado o mote para a lei da selva ou de mercado. Constituição e ética, tudo para o espaço. Surpresa e estupefata a população assiste tudo sem instrumentos legais para reagir. Só há duas saídas: revolução ou eleições  livres já, com poder de constituinte
                       
                       


16 de outubro de 2017

PRÉ-SAL: RAZÃO PRIMEIRA DO GOLPE

A manchete do Globo “O mundo à espera do pré-sal” representa o ápice do objetivo central desse estupro que as elites financeiras e produtivas com a mídia aplicaram ao Brasil e ao seu povo. Os EUA, desde a montagem da queda das duas torres e a criação de um inimigo comum, o terrorismo, vem ameaçando todos países com reservas de petróleo. Exceto os aliados, como a Arábia Saudita. O Brasil desde as descobertas das reservas valiosas do pré-sal entrou na linha de tiro. Não precisou invadir, como no Iraque e na Líbia, usou sua especialidade, o golpe, com a ajuda de seus serviçais brasileiros, a elite empresarial e midiática. Agora é atender outros carniceiros e completar a devastação, com o suporte da lava-jato e o judiciário.


14 de outubro de 2017

FALTA MORO PEDIR O "NADA CONSTA" DO LULA NO SPC

A perseguição do Globo e do juiz Moro ao ex-presidente Lula está caminhando para um final ridículo: a exigência de recibos do aluguel de um apartamento vizinho ao que Lula mora há 30 anos. O apartamento era usado para abrigar seguranças do presidente. Moro exige original (não serve cópias) e implica com grafias e datas dos recibos. Lula tem o original, mas teme entregar e a equipe corrupta de Moro (policias e promotores) rasurarem. Esse seria mais um tema para o febeapá, do Stanislaw Ponte Preta. Uma boa pesquisa seria levantar o patrimônio de todos ex-presidentes do Brasil, desde a República, e comparar com Lula. Seu antecessor, FHC, saiu com vários apartamentos, fazendas e aplicações 

11 de outubro de 2017

UMA CONTA QUE NÃO FECHA

A conta do golpe só cresce. Ninguém hoje pode garantir nada sobre o futuro próximo da nação Brasil e seu povo. Uma aliança espúria entre  bancos,  agronegócio, Fiesp, fundamentalismo religioso e mídia com políticos serviçais e que sempre chafurdaram na corrupção. O que os motivou? A derrubada de um governo popular e a cassação de seus principais líderes. Um governo que deixava os bancos soltos, mas distribuía renda para os mais pobres, com isso, o Brasil cresceu, tornou-se a 7ª. potência mundial, ficou admirado e respeitado no mundo todo. Mas não é isso que a elite almeja. Querem saquear o país usando os corruptos. Mas o tempo avança e o erro cresce. Todo farsa tem limite, mas qual?

11 de setembro de 2017

O TERROR ECONÔMICO NEOLIBERAL AVANÇA

O terror econômico neoliberal no Brasil caminha para um notório impasse. Receitas impossíveis de crescer. Contingenciamentos, cortes, tesouradas, apertos fiscais, tetos, desempregos, suspensão de créditos, liquidação do patrimônio público, entrega de nossas reservas naturais e minerais e, para concluir o quadro de horror, ladrões compulsivos tocando e gerindo a máquina pública, de dentro e de fora da cadeia. O que o povo e o país podem esperar de tamanha degeneração e incompetência política? Somente o caos. Um caos anunciado, mas camuflado pelo sistema financeiro e pela mídia venal. Essa política já quebrou o país no governo FHC e o PT recuperou, mas agora fazem tudo para demonizá-lo. 

9 de setembro de 2017

PACTO DE SANGUE E PACTO OLIGÁRQUICO

O “pacto de sangue” que Palocci inusitadamente usou para acusar Lula junto à Odebrecht, foi rapidamente capturado pelo Globo para servir de marketing político. Puras ilações de Palocci, sem provas materiais e acusações requentadas, também sem absolutamente nenhuma prova concreta. Já o “pacto oligárquico” que o ministro dos STF, Luis Roberto Barroso, denunciou nos EUA, tem 500 anos, provas materiais e são os atuais exemplos envolvendo parlamentares do PMDB, PP, DEM, PSDB e outros, e que tem comparsas em todos os lugares: no governo, na imprensa, nos meios de produção (sistema financeiro atual, agrário, produtivo), na justiça, na polícia e nas forças armadas ( que pode voltar).

7 de setembro de 2017

"PACTO DE SANGUE" MARKETING POLÍTICO DO GLOBO

Quem se dá ao trabalho de ler a matéria da manchete do Globo “Pacto de sangue” verifica que a delação de Palocci é sem consistência, repete acusações sem provas e recebe, por parte do Globo, inúmeras ilações. Não precisa ser advogado de defesa para ver a má fé dessa mídia golpista e do delator que, aparentemente, sucumbiu à pressão da prisão, determinada pelo juiz Moro e sua quadrilha de malfeitores à justiça e à democracia. Pacto de sangue é um marketing, termo vazio (como foi o “mensalão”). A Odebrecht “teria” dado o sítio de Atibaia (verbo da indefinição). “Teria” dado o terreno do Instituto Lula (uma farsa, pois o Instituto nunca funcionou lá). Contratou Lula para palestras de 200 mil. Onde, como, quando? E todo presidente pode dar palestras, como foi o caso de FHC e todos outros. Disse que o partido recebeu 300 milhões. É um chute. Não prova nada. E se recebeu e foi registrado no TSE, foi legal, pois empresas poderiam doar. A partir dessas denúncias requentadas, somente ilações, ditas por ele, segundo o Globo,  de reuniões de Lula com a Odebrecht (que não participou e faz ilação) e de propinas ( o Globo passou a usar essa expressão para qualquer contribuição, legal ou não. Propina quando envolve o PT e contribuição quando envolve aliados).