11 de setembro de 2017

O TERROR ECONÔMICO NEOLIBERAL AVANÇA

O terror econômico neoliberal no Brasil caminha para um notório impasse. Receitas impossíveis de crescer. Contingenciamentos, cortes, tesouradas, apertos fiscais, tetos, desempregos, suspensão de créditos, liquidação do patrimônio público, entrega de nossas reservas naturais e minerais e, para concluir o quadro de horror, ladrões compulsivos tocando e gerindo a máquina pública, de dentro e de fora da cadeia. O que o povo e o país podem esperar de tamanha degeneração e incompetência política? Somente o caos. Um caos anunciado, mas camuflado pelo sistema financeiro e pela mídia venal. Essa política já quebrou o país no governo FHC e o PT recuperou, mas agora fazem tudo para demonizá-lo. 

9 de setembro de 2017

PACTO DE SANGUE E PACTO OLIGÁRQUICO

O “pacto de sangue” que Palocci inusitadamente usou para acusar Lula junto à Odebrecht, foi rapidamente capturado pelo Globo para servir de marketing político. Puras ilações de Palocci, sem provas materiais e acusações requentadas, também sem absolutamente nenhuma prova concreta. Já o “pacto oligárquico” que o ministro dos STF, Luis Roberto Barroso, denunciou nos EUA, tem 500 anos, provas materiais e são os atuais exemplos envolvendo parlamentares do PMDB, PP, DEM, PSDB e outros, e que tem comparsas em todos os lugares: no governo, na imprensa, nos meios de produção (sistema financeiro atual, agrário, produtivo), na justiça, na polícia e nas forças armadas ( que pode voltar).

7 de setembro de 2017

"PACTO DE SANGUE" MARKETING POLÍTICO DO GLOBO

Quem se dá ao trabalho de ler a matéria da manchete do Globo “Pacto de sangue” verifica que a delação de Palocci é sem consistência, repete acusações sem provas e recebe, por parte do Globo, inúmeras ilações. Não precisa ser advogado de defesa para ver a má fé dessa mídia golpista e do delator que, aparentemente, sucumbiu à pressão da prisão, determinada pelo juiz Moro e sua quadrilha de malfeitores à justiça e à democracia. Pacto de sangue é um marketing, termo vazio (como foi o “mensalão”). A Odebrecht “teria” dado o sítio de Atibaia (verbo da indefinição). “Teria” dado o terreno do Instituto Lula (uma farsa, pois o Instituto nunca funcionou lá). Contratou Lula para palestras de 200 mil. Onde, como, quando? E todo presidente pode dar palestras, como foi o caso de FHC e todos outros. Disse que o partido recebeu 300 milhões. É um chute. Não prova nada. E se recebeu e foi registrado no TSE, foi legal, pois empresas poderiam doar. A partir dessas denúncias requentadas, somente ilações, ditas por ele, segundo o Globo,  de reuniões de Lula com a Odebrecht (que não participou e faz ilação) e de propinas ( o Globo passou a usar essa expressão para qualquer contribuição, legal ou não. Propina quando envolve o PT e contribuição quando envolve aliados).

6 de setembro de 2017

NO APAGAR DAS LUZES, JANOT, ENTRA EM CENA

A manchete do Globo “A organização criminosa do PT” confirma a reviravolta que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, resolveu dar nas suas investigações de corrupção. Não resistiu a pressão das elites financeiras e da mídia golpista. Numa tacada enfraqueceu toda acusação contra Temer e os demais corruptos golpistas do governo, desmoralizando a delação da JBS e se perdendo numa acusação sem sentido contra o STF e a PGR, por causa de um ex-procurador sem importância. Aliou-se ao teatro de farsa e moralismo das elites. Acovardou-se a única autoridade na justiça com alguma credibilidade. Para completar, no apagar das luzes, faz  acusação irresponsável, almejada pelos golpistas, contra Lula, Dilma, PT.


5 de setembro de 2017

DELATOR VIROU AMEAÇA ÀS ELITES GOLPISTAS

A manchete do Globo ”Conteúdo gravíssimo” é bem ilustrativa sobre a perseguição que a justiça resolveu fazer sobre o delator da JBS. Um delator altamente perigoso porque só atinge altas autoridades e pode chegar a elite rica golpista, por exemplo, os bancos e mídia. Por que o Globo chama de conteúdo gravíssimo quando atinge a JBS e não deu como gravíssimo à presidência da República, ministros e parlamentares? Um delator é mais grave do que autoridades políticas e econômicas que dirigem o país? Está mais do que claro que as elites resolveram dar um basta nas delações da JBS. Serve também de ameaça a outros delatores que não queiram seguir o script: delação só para o PT, Lula e Dilma

1 de setembro de 2017

GOVERNO SANGRA E VAMPIROS EXPLORAM

É certo que o Brasil de hoje não pode se comparar ao Brasil da escravidão, nem o Brasil da monarquia e da República Velha. Mas o Brasil de 2017 para os níveis de avanço da educação, ciência, tecnologia, economia, política, justiça e, principalmente ética, existente atualmente no mundo, é uma tragédia. Uma republiqueta de banana. Sua elite carrega rancores contra os pobres, desde a colonização. Criou uma situação caótica golpeando, mais uma vez, a soberania do povo. Colocou no poder uma quadrilha de ladrões para poder chantageá-los na obtenção de vantagens. Crescem as acusações de corrupção comprovada contra o presidente golpista. O governo sangra, mas os vampiros só almejam vantagens.  


31 de agosto de 2017

A INDÚSTRIA DAS NOTÍCIAS FALSAS

O Globo publicou um Encontro para tratar da “Indústria das Noticias Falsas”. Diz que essas notícias pela internet prejudicam a sociedade e movimenta milhões. O Encontro foi promovido pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial e revista “Época”, ou seja, a mídia tradicional, segundo eles a que não mente. Aí se encontra a maior ameaça de tragédia vivida pela humanidade atual. Desinformação absoluta da realidade, promovida pela imprensa tradicional. Informação cada vez mais única e falseada nas mãos de uns ínfimos grupos privados, que almejam apenas lucro. “Que se dane a humanidade”, é o que simbolizam. Por trás o sistema neoliberal que avança na sua devastação da vida e do planeta.